Paraná Clube e Athletico empatam na Vila Capanema

Por Redacao 04/02/2019 - 09:00 hs

O Paraná Clube deixou escapar a chance de se isolar na terceira colocação do Grupo B e, assim, seguir com maiores chances de classificação para as semifinais da Taça Barcímio Sicupira Júnior. O Tricolor teve uma série de oportunidades para “matar” o jogo, mas no final, cedeu empate para o Athletico. Com o 1x1, ainda é possível sonhar, mas ficou mais difícil chegar às finais desta etapa do Campeonato Paranaense.

Com uma postura ofensiva e marcando pressão, o Paraná chegou ao seu logo logo aos 12 minutos. Fernando Neto recebeu de Higor Leite e cruzou na medida para Jenison conferir, de cabeça, 1x0. Mesmo com a perda de Rodrigo Carioca – que deixou o campo com uma lesão posterior de coxa – e a entrada de Alesson, o Tricolor seguiu melhor no jogo. Aos 30, Alesson entortou seu marcador e cruzou, mas a zaga athleticana cortou.

Andrey, em uma ótima arrancada, aos 35 minutos, exigiu defesa de Léo (a todo momento vaiado pela torcida tricolor). No final, Marquinho, num chute de fora da área, teve a melhor chance para o rubro-negro, mas parou nas mãos de Thiago Rodrigues. No segundo tempo, o Athletico voltou com Vitinho no lugar de Reginaldo e o Paraná passou a explorar ainda mais a velocidade de seus jogadores por este setor.

Aos 4 minutos, Jenison lançou Fernando Neto, que bateu prensado com seu marcador, facilitando a ação de Léo. Do outro lado, Thiago Rodrigues teve que trabalhar em chutes de Matheus Anjos, Bruno Rodrigues e no cabeceio de Bergson. Só que os espaços para os contragolpes estavam sempre presentes. “Lamento por, em muitas oportunidades, não termos feito a melhor escolha. A tomada de decisão foi o nosso maior problema”, contextualizou o técnico Dado Cavalcanti.

Aos 33 minutos, na melhor chance, Maicosuel tocou entre as pernas de seu marcador e Léo precisou ficar torcendo. A bola saiu rente à trave esquerda. O castigo veio a seguir, numa bola roubada no meio-campo, o Athletico chegou em velocidade e Vitinho, na área, só conferiu: 1x1. “Agora, é virar a chave. Nosso foco total está no jogo de quarta-feira (06), pela Copa do Brasil, frente ao Itabaiana”, arrematou Dado.