Paraná Clube fica no empate sem gols com o Toledo

Por Redacao 31/01/2019 - 09:28 hs

Faltou tranquilidade e precisão na definição das jogadas. Num jogo muito disputado e equilibrado, o Paraná Clube ficou no 0x0 com o Toledo, na noite desta quarta-feira (30). O empate, combinado aos demais resultados da rodada, deixou o Tricolor em posição difícil na busca pela classificação às semifinais da Taça Barcímio Sicupira Júnior, primeiro turno do Campeonato Paranaense.

Com oito mudanças – entre elas, os estreantes Guilherme Santos e Alejandro Márquez –, o técnico Dado Cavalcanti procurou dar rodagem ao grupo e, ao mesmo tempo, preservar alguns jogadores para a sequência desta maratona inicial de 2019. Serão três jogos decisivos, sendo dois pelo Estadual (contra Athletico e Londrina) e, entre eles, uma decisão pela Copa do Brasil, frente ao Itabaiana, em apenas uma semana.

O Paraná começou com boas investidas, aproveitando a velocidade de Keslley, Andrey e Rodrigo Carioca. No primeiro minuto, o goleiro André saiu nos pés de Keslley para impedir a finalização. Maicosuel buscava tabelas e triangulações com os atacantes, mas as finalizações deixavam a desejar. Do outro lado, o Toledo levou perigo em um cabeceio de Eduardo (que tocou na trave) e em cobrança de falta de Revson, que parou nas mãos de Thiago Rodrigues.

O segundo tempo começou acelerado e, logo a 1 minuto, Júlio Pacato bateu com perigo. A resposta veio em um chute cruzado de Rodrigo Carioca, defendido por André. Logo depois, em arrancada de Carioca, Andrey bateu prensado com o zagueiro, facilitando a ação do goleiro do Toledo. Dado procurou melhorar as ações ofensivas com as entradas de Fernando Neto e Jenison.

Na primeira jogada, Fernando lançou Sueliton, que bateu cruzado para a defesa de André. Pouco depois, o goleiro adversário voltou a fazer grande intervenção, no arremate de Kadu, de fora da área. O Toledo, que também fez mudanças procurando melhorar o ataque e teve uma boa chance aos 44 minutos. Mas, Pacato deslocou Sueliton e o árbitro marcou a falta, antes da conclusão para a rede. No fim, o Paraná reclamou da arbitragem de Nilo Neves de Souza Júnior, que encerrou a partida antes do tempo estipulado de acréscimos , impedindo uma cobrança de escanteio.(Foto: Assessoria Toledo)