Atlético despacha o Flu no Maracanã e vai disputar título da Sul-Americana

Por Redacao 29/11/2018 - 08:39 hs

Namoro CCB by pH7CMS

O Atlético Paranaense, pela primeira vez na história, está na final da Conmebol Sul-Americana. O Furacão venceu novamente o Fluminense, desta vez no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). Na noite desta quarta-feira (28), Nikão e Bruno Guimarães marcaram os gols atleticanos para a vitória de 2 a 0, um 4 a 0 no placar agregado.

Na final, o Rubro-Negro enfrenta o vencedor de Santa Fé e Junior Barranquilla, ambos da Colômbia. As equipes se enfrentam nesta quinta-feira (29), às 22h45 [horário de Brasília]. No jogo de ida, o Junior Barranquilla venceu por 2 a 0, jogando fora de casa.

O Fluminense até tentou uma pressão inicial, mas o dia era de Furacão no Rio de Janeiro! Logo aos cinco minutos, em um contra-ataque, Marcelo cruzou da direita, a bola passou por toda a área e encontrou Nikão na segunda trave. Ele bateu de primeira e estufou as redes de Júlio César para abrir o placar no Maracanã.

O time da casa esboçou uma reação e chegou ao ataque em duas boas oportunidades, mas as finalizações não tomaram o caminho do gol.Quem também teve boa oportunidade, mas sem acertar o gol, foi o time rubro-negro. Renan Lodi fez o cruzamento e Marcelo finalizou para fora.

No final do primeiro tempo, Lucho González acertou um ótimo chute, de perna esquerda, de fora da área. Júlio César se esticou todo para fazer a defesa, mas a arbitragem já assinalava a posição irregular do camisa 3.

Classificação

Na segunda etapa, o time atleticano controlou a partida. O Fluminense teve chance aos seis minutos, com Luciano. Ele recebeu lançamento, tirou de Santos e ia marcando o gol. Só que Thiago Heleno estava ligado na jogada e chegou para tirar quase em cima da linha. Em seguida, ele recebeu falta do atacante tricolor.

Mas tentando fazer o gol de empate, o Fluminense deu espaço para o contra-ataque o Rubro-Negro. Aos nove minutos, Nikão partiu em velocidade e acionou Marcelo na esquerda, dentro da área. O camisa 10 mandou rasteiro para o meio da área e Bruno Guimarães mandou para o gol. 2 a 0 Furacão.

Abatido, o time mandante tentava em chutes de longa distância, mas quando não parava em cima da defesa, não passava pelo goleiro Santos. Nikão quase marcou um golaço aos 28 minutos. Ele puxou o ataque em velocidade e bateu de fora da área. A bola tocou a rede, mas pelo lado de fora.

Aos 40’, mais um contra-ataque. Pablo fez ótima enfiada de bola pra NIkão, que chegou batendo. Ele soltou a bomba de canhota para cima de Júlio César, que caiu no canto direito e praticou grande defesa. Aos gritos de “olé” da torcida rubro-negra presente no Maracanã, o Furacão tocou bola até o final da partida para selar a vaga na decisão.

Resultado de imagem para namoro online