Uruguai é sede do Mundial de Futebol Feminino em novembro

Importante evento do futebol feminino promete movimentar o turismo de Montevidéu, Colônia e Maldonado no penúltimo mês do ano

Por Redacao 10/10/2018 - 15:19 hs

Montevidéu/ São Paulo – outubro de 2018 – Para os brasileiros fanáticos por futebol, está aí uma excelente oportunidade para visitar o Uruguai. O vizinho será o anfitrião da sexta edição da Copa Mundial de Futebol Feminino Sub-17 da FIFA, disputado de 13 de novembro a 1 de dezembro em três sedes do país: Montevidéu, Colônia e Maldonado. 

Durante a Copa do Mundo, serão disputados um total de 32 partidas nos três estados uruguaios. Em Montevidéu o Estádio Charrúa abrigará 18 encontros, sendo 12 partidas de fase de grupos (entre elas a partida inaugural, 13 de novembro, entre Uruguai e Gana), duas partidas de quartas de final, duas semifinais, o terceiro lugar e a final em 1° de dezembro. 

Em Colônia, no Estádio Professor Alberto Suppici, acontecerão seis encontros de fase de grupo e duas partidas pelas quartas de final. Já Maldonado, recebe seis partidas, todas pela fase de grupos, no Estádio Domingo Burgueño Miguel. 

Ingressos:

A segunda fase da venda de ingressos online começou em 28 de agosto e terminará em 12 de novembro. Aqueles que obtiverem seus ingressos nessa data receberão um desconto de 25% sobre o preço final. Os ingressos podem ser comprados através do site FIFA.COM/U17WWC/TICKETS 

Hot Site Oficial: http://es.fifa.com/u17womensworldcup/news/index.html 

Equipes classificadas:

Oceania (uma vaga): Nova Zelândia.

Ásia (três vagas): Japão, RDP de Coréia e República da Coréia.

África (três vagas): África do Sul, Camarões e Gana.

América do Sul (três vagas): Brasil, Colombia e Uruguai.

Europa (três vagas): Espanha, Alemanha e Finlândia.

América do Norte, América Central e Caribe (três vagas): USA, México e Canadá. 

O evento, os grupos e sua importância

O sorteio oficial e o anuncio da formação dos quatro grupos aconteceu no dia 30 de maio em Zurique. O Uruguai, anfitrião, está no Grupo A e disputa a partida de abertura em 13 de novembro contra Gana e em 16 de novembro contra a Nova Zelândia em Montevidéu. Terminando a fase de grupos contra a Finlândia em Maldonado. Já o Brasil está no Grupo B junto ao México, África do Sul e Japão. No Grupo C: EUA, Camarões, Coréia do Norte e Alemanha (sede em Colônia). Grupo D: República da Coréia, Espanha, Canadá e Colômbia (sede em Montevidéu). 

Ao participar de uma reunião de dirigentes da Fifa em Nouakchott, na Mauritânia em fevereiro desse ano, o presidente do órgão, Gianne Infantino, falou sobre a pretensa expansão nos Mundiais das categorias de base, sub-17 e sub-20, de 24 times para 48, como será a Copa do Mundo adulta a partir de 2026. E, enfatizou sobre a importância que os mundiais de categorias de base possuem ao funcionarem como instrumento político para países menores sediarem esse tipo de evento. 

Sistema de disputa

O primeiro e o segundo de cada grupo se classificam para as quartas de final e disputarão seus jogos em 1B vs 2A e 1D vs 2C em 24 de novembro em Colônia, enquanto os jogos 1A vs 2B e 1C vs 2D acontecem dia 25 de novembro em Montevidéu. 

As semifinais ocorrerão na Capital uruguaia, no estádio Charrúa no dia 28 de novembro, e dia 1º de dezembro as disputas pelo terceira e última. Será conhecido o campeão desta sexta edição da Copa do Mundo Feminina Sub-17 da FIFA Uruguai 2018. 

Emblema Oficial

O emblema oficial incorpora diversos elementos do distintivo uruguaio. Nele percebe-se a flor de ceibo, arvoré emblemática da flora do país. Abaixo da árvore está distinguida a imagem humana tocando repique - um dos tambores usados para tocar o tradicional Camdombe. O sol amarelo intenso com rosto humano e as linhas azuis decoram o instrumento musical constituindo os principais elementos que compõem a bandeira nacional. O desenho oficial, simboliza a paisagem ondulada do Uruguai e seu famoso litoral cheio de praias. 

Rota turística de futebol

A capital uruguaia é marco da história da Copa do Mundo, sendo a sede do lendário Estádio Centenário e um dos cenários da primeira Copa, ocorrida em 1930. Não existe dúvida de que estamos falando de um país futebolístico, fato demonstrado por suas vitórias nas copas de 1930 e 1950, além de 15 vitórias nas Copas Américas. 

Na capital do vizinho se respira futebol, e para qualquer amante desse esporte é impossível estar na cidade e não visitar seus principais estádios. Segue abaixo a rota perfeita para os turistas fanáticos pelo futebol: 

O primeiro Gol dos Mundiais: Uma escultura e uma placa representam o arco do primeiro gol das Copas do Mundo, localizado na rua Coronel Alegre, entre Silvestre Blanco e Charrúa, no bairro Pocitos. Ambos simbolizam o primeiro jogo e o primeiro gol do mundo executado pelo francês Lucien Laurent, contra o México no Estádio de los Pocitos, Peñarol na época, desaparecido em 1934. 

ESTÁDIO CENTENÁRIO: Foi construído especialmente para a organização da Copa do Mundo em 1930. É lá que a equipe uruguaia joga as partidas em casa. Além disso, sediou o Campeonato Sul-Americano em 1942, 1956 e 1967, bem como a Copa América de 1995, todos vencidos pela seleção uruguaia. Neste estádio está o Museu do Futebol, que busca preservar o patrimônio uruguaio e divulgar a história do esporte do país, da América do Sul e do mundo. Lá, o turista é testemunha ocular da coleção dos melhores momentos do futebol uruguaio, como troféus, roupas e bandeiras. Como curiosidade, o Centenário foi declarado pela FIFA, em 1983, Monumento Histórico do Futebol Mundial, sendo a única obra desse tipo no mundo. 

ESTÁDIO CAMPEÃO DO SÉCULO OU PEÑAROL: É mais conhecido como Peñarol, uma vez que é propriedade do Club Atlético Peñarol. Apelidado de ESTÁDIO CAMPEÃO DO SÉCULO,recebeu este título, outorgado pela Federação Internacional de História e Estatística do Futebol, por ser o melhor clube da América do Sul do século XX. Inaugurado em março de 2016, sua primeira partida foi um amistoso contra o River Plate, onde Peñarol venceu de 4 X 1, com assinatura de Diego Forlán, Luis Aguiar e Cristian Palacios. Lá, também tem um museu, onde o visitante pode encontrar os troféus mais importantes do clube, bem como acessórios históricos, e camisas usadas pelos principais jogadores do time. 

ESTÁDIO GRAN PARQUE CENTRAL: Popularmente conhecido como El Parque, é propriedade do Club Nacional Football. Construído em 1900, é o estádio mais antigo da América e o décimo quinto do mundo. O Templo Tricolor, como também é chamado, entrou para a história como a sede do primeiro jogo da história dos campeonatos mundiais. Em 2005, recebeu um prêmio da FIFA pela comemoração do primeiro jogo da Copa do Mundo. Em 2005, El Parque foi reaberto com uma partida entre Nacional e Olímpia (Paraguai). 

- ESTÁDIO LUIS FRANZINI: Localizado no Parque Rodó, é onde a equipe do Defensor Sporting treina e joga, embora o estádio seja usado tanto para o Campeonato do Uruguai como para torneios internacionais e para a Copa Libertadores e o Campeonato Sul-Americano. Tem capacidade para 18.000 espectadores. Recebe seu nome em homenagem a Luis Franzini, que foi presidente do clube. 

A dica é quente. É imprescindível que os turistas passem por esses estádios e conheçam um pouco mais sobre a icônica história do futebol uruguaio, seguindo os passos das glórias do futebol latino-americano. 

Serviços:

Site Estádio Centenário:http://www.estadiocentenario.com.uy/site/footballMuseum

Site Estádio Peñarol: http://www.xn--pearol-xwa.org/index_1.html

Site Estádio Gran Parque Central:  https://www.nacional.uy/

Site Estádio Luis Franzini: https://www.defensorsporting.com.uy/